Publicado em

Saiba como usar a sua Chave Dinamométrica

Chave Dinamometrica

As Chaves Dinamométricas são utilizadas para apertar parafusos e porcas que exijam um binário de aperto preciso (normalmente indicado pelo fabricante). A ferramenta vai informar quando o valor predefinido é atingido. É o aliado obrigatório para mecânicos automóveis, especialista em eletrónica ou qualquer outro profissional de manutenção (industrial, aeronáutica).

Quais os tipos de Chaves Dinamométricas?

Existem dois tipos de Chaves dinamométricas: com mecanismo de disparo ou de leitura direta.

As Chaves Dinamométricas de disparo indicam, através de um alerta sonoro, quando é atingido o valor do binário selecionado. Na maior parte desta Chaves é possível definir o valor de binário pretendido para cada aperto, dentro da faixa de binário disponível naquele modelo de chave.

As Chaves Dinamométricas de leitura direta exibem o valor de binário de forma instantânea.

Chave-Dinamometrica-com-mostrador-Digital-Facom
Chave Dinamometrica com mostrador Digital-Facom

Quais os usos de uma Chave Dinamométrica?

O uso de uma chave Dinamométrica é muito importante para garantia segurança em diversos equipamentos. Por exemplo: na extremidade de um motor se os parafusos são apertados com ferramentas sem o auxílio do controle da força de fixação, problemas de vedação podem ocorrer devido às diferentes tensões às quais os parafusos são submetidos durante o seu uso.

Desta forma, as Chaves Dinamométricas são utilizadas em todos os setores industriais em que seja necessário aparafusar (automóvel, aeroespacial, etc.).

Aperto e desaperto de rodas de automóveis

As chaves dinamométricas são amplamente utilizadas no setor automóvel para apertar e desapertar as rodas dos veículos. (Conheça a solução a bateria Milwaukee) O binário de aperto da roda de um carro situa-se entre 60 e 80 N.m com uma pressão de 25 kg na extremidade do cabo da chave.

Aperto da cabeça do cilindro em motores de combustão interna

A cabeça do cilindro de um motor de combustão interna requer um aperto bastante preciso. Não deve ficar nem demasiado apertada nem demasiado solta para que o motor funcione corretamente. O binário de aperto deve situar-se entre 60 e 90 N.m.

Aperto das Porcas

As porcas dos cubos de roda também requerem um binário de aperto muito preciso, que se situará entre 100 e 200 N.m. Com uma chave dinamométrica manual ou a bateria, é possível atingir esses binários sem risco de danificar a peça.

Como usar uma Chave Dinamométrica – Passo a passo

Os passos a seguir na utilização de uma chave dinamométrica são genericamente idênticos nos vários modelos e gamas:  

  • Passo 1: Escolha o tipo certo de Chave Dinamométrica para o trabalho. Uma chave de torque de ½” ou chave de torque de 3/8” lida com a maioria dos trabalhos, como reparações de motores, juntas de cabeçote, pneus e freios. Uma Chave Dinamométrica de 1/4” pode ser ideal para trabalhos mais precisos.
  • Passo 3: Verifique qual o torque do parafuso (mencionado pelo fabricante) e ajuste a chave até esse valor. Por exemplo, um parafuso pode dizer: 9-12 Kgf ou 88 – 117 Nm, terá de ajustar a chave até um torque máximo de 117 Nm. Dependendo do tipo de Chave poderá conseguir faze-lo no display da Chave ou regular no mostrador analógico da mesma.
  • Passo 4: Aperte a liberação na parte inferior. Isso travará sua chave na configuração correta.
  • Passo 5: Coloque a chave Dinamométrica no lugar para fazer seu ajuste.Gire a chave até ouvir dois cliques, isso significa que a quantidade correta de torque foi atingida. Alguns modelos emitem um aviso sonoro quando atingido o aperto pretendido.

Tenha em atenção, se nunca usou uma chave Dinamométrica, pratique algumas voltas com a nova ferramenta para ver como ela funciona antes de assumir um trabalho importante.

A nossa seleção de Chaves Dinamométricas